::: Os melhores filmes evangélicos estão aqui. Fique conosco!!! :::





A Polemica da semana: Celebridades criticam pastor Marco Feliciano eleito presidente da Comissão de Diretos Humanos


A apresentadora Xuxa criticou nesta sexta-feira em sua página no Facebook a postura do deputado pastor Marco Feliciano (PSC-SP), eleito nesta terça-feira presidente da Comissão de Diretos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. O parlamentar criou polêmica com suas frases de teor racista e homofóbico em sua conta no Twitter.

Xuxa convoca seus seguidores para agirem: "Gente!!!! Socorro! Vamos fazer alguma coisa! Esse deputado disse que negros, aidéticos e homossexuais não têm alma. Existem crianças com aids. Para este senhor, elas não têm alma?", perguntou a apresentadora. "Todo mundo sabe o quanto eu respeito todas as religiões, mas esse homem não é um religioso, é um monstro. Em nome de Deus ele não pode ter poder".

Marco Feliciano é pastor da Assembleia de Deus e defende suas posições com mensagens fortes. Em 2011, por exemplo, ele disse no Twitter que "os africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé".

Em entrevista à revista Veja, o religioso afirmou que "união homossexual não é normal. O reto não foi feito para ser penetrado. Não haveria condição de dar sequência à nossa raça". Marco Feliciano já tentou derrubar a decisão do STF que permite a união civil entre pessoas do mesmo sexo.


Luciano Huck, Gaby Amarantos e Aguinaldo Silva também não deixaram por menos. Luciano Huck, apresentador global, se manifestou de forma indireta: “Se o conclave papal seguir a lógica do Congresso Brasileiro para eleger seus presidentes de comissões, é capaz do Ahmadinejad virar Papa”, escreveu, fazendo referência ao presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, que é muçulmano.


O apresentador do CQC, Marcelo Tas, foi outra celebridade que fez um comentário sobre a indicação do pastor e deputado federal Marco Feliciano por ser eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias nesta quarta-feira (06). O apresentador classificou o deputado como “racista e homo fóbico”

Em nota, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) também criticou nesta quarta-feira (6) a indicação do pastor Marco Feliciano (PSC-SP) à presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.

http://odia.ig.com.br
COMPARTILHAR:

+1

0 Response to "A Polemica da semana: Celebridades criticam pastor Marco Feliciano eleito presidente da Comissão de Diretos Humanos"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial