::: Os melhores filmes evangélicos estão aqui. Fique conosco!!! :::





O drama dos missionários brasileiros presos no Senegal


A ONG Rio de Paz está promovendo uma petição pública em favor de dois missionários brasileiros presos no Senegal. Os missionários, que realizam projetos com crianças de rua, estão presos há mais de quatro meses.


O abaixo-assinado está circulando há menos de cinco dias e já conta com mais de 18 mil assinaturas. José Dilson da Silva e Zeneide Moreira Novaes foram presos com acusação de tráfico de menores e formação de quadrilha.

O presidente da ONG, Antonio Carlos Costa, vai embarcar na próxima semana para Dakar. Ele irá se reunir com a família de José Dilson e vai tentar se encontrar com o missionário na cadeia.

“Ouvimos manifestações oficiais, por exemplo, para defender um traficante brasileiro preso na Indonésia, o que eu considero legítimo. Mas esse caso tem o agravante de serem pessoas inocentes, missionários em uma missão humanitária. É muito importante que o governo brasileiro se sensibilize para a importância de uma ação rápida e efetiva”, questiona Antonio sobre o silêncio do governo sobre o caso durante estes quatro meses.

A denúncia partiu de um pai de uma das crianças atendidas pelo projeto, que acusa os missionários de abrigarem seu filho sem autorização e ensinar princípios cristãos e não islâmicos. A prisão temporária foi decretada em novembro de 2012. “A criança procurou o abrigo por livre iniciativa, já que o local oferece alimentação e até atendimento médico. Ele não tinha contato com os pais há muito tempo, morava na rua”, disse Antônio Carlos Costa ao jornal Gazeta do Povo.

Recentemente, eles tiveram o pedido de habeas corpus negado. Autoridades alegam que eles podem fugir do país e apresentam ameaça à ordem pública. Uma comissão foi ao Senegal no ano passado falar com autoridades locais, mas não tiveram êxito na viagem.

A embaixada brasileira no Senegal já está fazendo o acompanhamento jurídico, segundo informou o Itamaraty. Porém, só é permitida a intervenção quando há desrespeito aos direitos humanos. Todos os trâmites legais estão sendo cumpridos. Ontem, o ministro Antônio Patriota se reuniu com o chanceler de Senegal, Mankeur Ndiaye, e um dos temas do encontro foi a prisão de José e Zeneide.

José Dilson trabalha há 21 anos com missões no continente africano, porém nunca teve problemas com a justiça local. Ele e Zeneide são mantidos no Senegal por organizações missionárias brasileiras. O missionário está com a saúde debilitada por ser diabético.

A petição está sendo assinada, através deste LINK.

The Christian Post
COMPARTILHAR:

+1

0 Response to "O drama dos missionários brasileiros presos no Senegal "

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial