::: Os melhores filmes evangélicos estão aqui. Fique conosco!!! :::





Cardeal causa indignação ao dizer que pedofilia não é crime


Antes da eleição do Papa a Dirty Dozen fez uma lista de 12 cardeais que estavam entre os 115 possíveis candidatos e divulgado pela SNAP, onde os “papaveis” são denunciados pela postura nos casos de pedofilia. Nesta lista não estava o arcebispo sul-africano Wilfrid Fox Napier(foto) que surpreendeu e causou indignação.- Confira e comente…


O arcebispo sul-africano Wilfrid Fox Napier – um dos 115 cardeais que participaram da eleição do novo papa – defendeu neste sábado que a pedofilia seria uma “doença” psicológica, “não uma condição criminal”, causando indignação entre especialistas e vítimas de abusos de sacerdotes da Igreja Católica.

Em entrevista à Radio 5, da BBC, Napier disse que, no geral, pedófilos são pessoas que sofreram abusos quando eram crianças e por isso eles precisam ser examinados por médicos especializados.

“(A pedofilia) é uma condição psicológica, uma desordem”, afirmou o arcebispo. “O que você faz com transtornos? Você tem que tentar consertá-los.”

Napier disse que conhecia pelo menos dois sacerdotes pedófilos, que teriam sofrido abusos quando crianças.

“Se alguém ‘normal’ escolher quebrar a lei, sabendo que está quebrando a lei, então eu acho que precisa ser punido”, disse.

“Agora não me diga que essas pessoas (pedófilos) são criminalmente responsáveis, como alguém que escolhe fazer algo assim. Eu não acho que você pode realmente tomar a posição de dizer que a pessoa mereça ser punida. Ele mesmo foi afetado (na infância).”

As declarações foram feitas em um momento em que a Igreja Católica está bastante abalada por causa dos escândalos de abusos sexuais cometidos por seus sacerdotes em diversos países.

Com informações de inforgospel.com.br 
COMPARTILHAR:

+1

0 Response to "Cardeal causa indignação ao dizer que pedofilia não é crime"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial