::: Os melhores filmes evangélicos estão aqui. Fique conosco!!! :::





Escritor afirma que pornografia é a maior ameaça ao cristianismo em dois mil anos: “Precisamos tratar isso”


A pornografia é um assunto que se mostra como ameaça ao cristianismo. Essa é a visão do escritor Josh McDowell, autor de livros como “Evidência que exige um veredicto” e “Mais que um carpinteiro”.

Segundo McDowell, que também é apologeta, a abordagem do assunto se mostra necessária para evitar que o vício em filmes pornográficos desestruturem a base cristã.


-Sou um apologeta. Apresento razões positivas por que acreditar, a fim de ver jovens virem a Cristo. Mas cerca de cinco ou seis anos atrás, fiquei sentindo que havia um problema em toda parte. Quando eu tinha interação com jovens, algo havia se tornado uma barreira. Percebi que era imoralidade sexual e pornografia intrusiva e generalizada na internet. Como apologeta, a única coisa que pode minar tudo o que ensino não está na área da apologética, mas na área da moralidade. Se você não lida com essa questão, você não cumprirá seu papel como um apologeta bíblico -  afirmou o escritor, em entrevista ao site Breakpoint.

Dados levantados por ele em seus estudos sobre o assunto, apontam para uma estatística alarmante, e justificam suas afirmações a respeito das ameaças que a pornografia representa ao cristianismo.

-Cinquenta por cento dos pastores estão lutando para largar do vício da pornografia. Sessenta e dois por cento dos homens que frequentam igrejas evangélicas regularmente estão lutando para largar da pornografia, e entre 65% e 68% dos adolescentes estão nessa situação. Essa é provavelmente a maior ameaça à causa de Cristo em dois mil anos de história da igreja, pois mina sua vida, sua caminhada com Cristo e suas convicções – afirma McDowell.

Ele afirma que o problema pode estar sendo ignorado não apelas pela delicadeza com que deve ser tratado: “Meu temor é que muitos pastores não estejam lidando com esse problema pelo simples fato de que eles mesmos estão envolvidos nele. De certo modo, precisamos fazer com que a liderança no corpo de Cristo trate disso”, alerta.

O escritor ressalta ainda que a natureza da fé cristã e da pornografia são diametralmente opostas e devido à isso, é provável que o vício em produtos pornográficos se imponha acima de todo o resto na vida das pessoas expostas a ele.

-Mesmo deixando de fora a vergonha e a solidão, a pornografia produz um questionamento sobre a autoridade das Escrituras, de Cristo, da Ressurreição, da Igreja e dos pais. A pornografia começa a entenebrecer a porta do cérebro para considerar as verdades da fé cristã. Logo que você se envolve na pornografia, ela assume o controle dos seus pensamentos, de seus padrões morais e de sua vida. Você precisa entender: a pornografia simplesmente assume o controle da sua vida. A pornografia assume o controle dos seus relacionamentos — o modo como você vê as pessoas, as mulheres e as crianças. E como consequência, a pornografia não deixa espaço para sua caminhada com Cristo. Não dá para você se envolver com a pornografia e ter uma caminhada saudável com Cristo – conceitua.

Leia a íntegra da matéria em inglês com Josh McDowell sobre as ameaças da pornografia ao cristianismo neste link.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+
COMPARTILHAR:

+1

0 Response to "Escritor afirma que pornografia é a maior ameaça ao cristianismo em dois mil anos: “Precisamos tratar isso”"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial