::: Os melhores filmes evangélicos estão aqui. Fique conosco!!! :::





Blogueiro compara pastor Silas Malafaia ao Papa Bento XVI

Em certo ponto não há diferença alguma entre os dois

O jornalista e doutor em ciência política Bruno Sakamoto questionou em artigo escrito em seu blog no portal Uol o discurso realizado pelo Papa durante um evento feito para diplomatas de 180 países, quando defendeu as famílias baseadas “no casamento entre um homem e uma mulher”, afirmando que “políticas que minam a família ameaçam a dignidade humana, bem como seu futuro”.

Para Sakamoto, “líderes religiosos têm o direito de expressarem as posições de sua crença para os seus fiéis. Mesmo que ele tivesse feito algo totalmente nonsense – como condenar uma pessoa de seu rebanho por dar fim à própria vida devido a um estágio terminal e insuportavelmente doloroso de uma doença (coisa que um humanista nunca faria…) – ele teria o direito a isso. Pois foi eleito para guiar espiritualmente um grupo, independentemente do que esse grupo acredite”.

Porém, o jornalista crítica a postura do Papa ao interferir em assuntos que dizem respeito a pessoas que não o reconhecem como líder: “O problema é quando um líder atua para que outras pessoas, que não o elegeram nem para síndico de prédio, deixem de viver, morrer ou amar como bem quiserem” afirma Bruno Sakamoto.

Em sua comparação entre o pastor Silas Malafaia e o Papa Bento XVI, Sakamoto chega à conclusão de que ambos são iguais: “Qual a diferença entre Bento 16 e Silas Malafaia? Com todo o respeito e sem medo de ser linchado, eu diria que, nesses casos, nenhuma. O polêmico líder da Igreja Vitória em Cristo é conhecido por declarações contundentes na defesa de uma visão conservadora e seus discursos, não raras vezes, confundem liberdade religiosa e de expressão com uma guerra contra a diversidade. Somos mais coniventes com o ex-cardeal Ratzinger por conta do tamanho da Igreja Católica e sua influência na formação da nossa sociedade ocidental, mas o conteúdo contra direitos dos homossexuais está presente nas falas de ambos”.

Sakamoto volta a tecer críticas às influências que líderes espirituais tem sobre os fiéis, afirmando que esses “seguidores de uma pretensa verdade divina taxam o comportamento alheio de pecado e condenam os diferentes a uma vida de inferno aqui na Terra”. O texto ainda faz menção a uma suposta responsabilidade desses líderes sobre os atos extremos de fiéis. “Líderes religiosos dizem que não incitam a violência. Mas não são suas mãos que seguram a faca, o revólver ou a lâmpada fluorescente, mas é a sobreposição (sic) de seus argumentos ao longo do tempo que distorce a visão de mundo dos fiéis e torna o ato de esfaquear, atirar e atacar banais. Ou, melhor dizendo, “necessários”, quase um pedido do céu. São ações como a de Bento 16 e de Silas Malafaia que alimentam lentamente a intolerância, que depois será consumida pelos malucos que fazem o serviço sujo”, conclui.

Fonte: Gospel+
COMPARTILHAR:

+1

2 Responses to "Blogueiro compara pastor Silas Malafaia ao Papa Bento XVI"

  1. BENTO XVI TABEM TEM JATINHO DE 18 MILHÕES DE DÓLARES????

    ResponderExcluir
  2. Porque culpar líderes religiosos por erros de seguidores insanos enquanto se inocenta times de futebol pelos crimes das torcidas?

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial